Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vitima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Augusto Cury

domingo, 24 de outubro de 2010

Conceito de Personalidade

Conceituar Personalidade de forma útil e compreensiva é uma tarefa árdua. Sabe-se que não existem duas personalidades idênticas, do mesmo modo, que não existem duas pessoas idênticas, embora haja pessoas que possuam traços em comum. A personalidade é temporal, pertence a um individuo que nasce, vive e morre.
A personalidade existe em função de um meio no qual procura adaptar-se e necessita sofrer um processo de desenvolvimento. Cada um tem sua historia pessoal e esta é a unidade básica a ser levada em consideração no estudo da personalidade.

Constituição, Temperamento e Caráter

O desenvolvimento da personalidade está associado ao desenvolvimento físico. As primeiras motivações e ansiedades do ser humano estão ligadas a processos fisiológicos.
A personalidade se apóia na estrutura física do individuo, a qual é chamada Constituição.
Nesta há um conjunto de características individuais hereditárias que podem ou não se desenvolver nas interações com o meio. A este conjunto da-se o nome de Genótipo.
Temperamento é a tendência do individuo para reagir ao meio, de maneira peculiar. Desde o nascimento, entre os indivíduos verificam-se diferentes limiares de sensibilidade frente aos estímulos internos ou externos, diferenças no tom afetivo predominante, variações no ritmo, intensidade e periodicidade dos fenômenos neurovegetativos, etc.
Caráter é o conjunto de formas comportamentais mais elaboradas e determinadas pelas influencias ambientais, sociais e culturais, que o individuo usa para adaptar-se ao meio. Ao contrario do temperamento, o caráter é predominante, volitivo e intencional.
De modo geral, porém, temperamento e caráter estão intimamente associados, podendo estar tão intricados que se torna difícil sua distinção.
Portanto, personalidade é a integração dos aspectos físicos, temperamentais e caracterológicos.
Essa integração é dinâmica e evolutiva.

KARL MARX E A HISTÓRIA DA EXPLORAÇÃO DO HOMEM

  KARL MARX Nasceu em Treves, na Alemanha (1818-1883). Doutorou-se em Filosofia. Foi redator de uma gazeta liberal em...