Pular para o conteúdo principal

O que é Metodologia

        A Metodologia é a explicação minuciosa, detalhada, rigorosa e exata de toda ação desenvolvida no método(caminho) do trabalho de pesquisa. 

        É a explicação do tipo de pesquisa, do instrumental utilizado (questionário, entrevista etc), do tempo previsto, da equipe de pesquisadores e da divisão do trabalho, das formas de tabulação e tratamento dos dados, enfim, de tudo aquilo que se utilizou no trabalho de pesquisa.
         -Cronograma
        O Cronograma é a previsão de tempo que será gasto na realização do trabalho de acordo com as atividades a serem cumpridas. As atividades e os períodos serão definidos a partir das características de cada pesquisa e dos critérios determinados pelo autor do trabalho.
        Os períodos podem estar divididos em dias, semanas, quinzenas, meses, bimestres, trimestres etc.. Estes serão determinados a partir dos critérios de tempo adotados por cada pesquisador.
     Exemplo:
ATIVIDADES     /     PERÍODOS12345678910
1Levantamento de literaturaX
2Montagem do ProjetoX
3Coleta de dadosXXX
4Tratamento dos dadosXXXX
5Elaboração do Relatório FinalXXX
6Revisão do textoX
7Entrega do trabalhoX
          - Recursos
        Normalmente as monografias, as dissertações e as teses acadêmicas não necessitam que sejam expressos os recursos financeiros. Os recursos só serão incluídos quando o Projeto for apresentado para uma instituição financiadora de Projetos de Pesquisa.
        Os recursos financeiros podem estar divididos em Material PermanenteMaterial de Consumo e Pessoal, sendo que esta divisão vai ser definida a partir dos critérios de organização de cada um ou das exigências da instituição onde está sendo apresentado o Projeto.
                   - Material permanente
             São aqueles materiais que têm uma durabilidade prolongada. Normalmente é definido como bens duráveis que não são consumidos durante a realização da pesquisa.
             Podem ser: geladeiras, ar refrigerado, computadores, impressoras etc.
     Exemplo:
ITEMCUSTO (R$)   
Computador1.700,00
Impressora500,00
Scanner400,00
Mesa para o computador300,00
Cadeira para a mesa200,00
TOTAL:3.100,00
            - Material de Consumo
             São aqueles materiais que não têm uma durabilidade prolongada. Normalmente é definido como bens que são consumidos durante a realização da pesquisa.
             Podem ser: papel, tinta para impressora, gasolina, material de limpeza, caneta etc.
     Exemplo:
ITEMCUSTO (R$)   
10 caixas de disquete para computador100,00
10 resmas de papel tipo A4200,00
10 cartuchos de tinta para impressora650,00
TOTAL:950,00
           - Pessoal
             É a relação de pagamento com pessoal, incluindo despesas com impostos.
     Exemplo:
ITEMCUSTO MENSAL (R$)  CUSTO TOTAL (R$)
(10 meses)
1 estagiário pesquisador500,005.000,00
1 datilógrafo200,002.000,00
1 revisor2.000,00
Impostos incidentes (hipotético)4.000,00
TOTAL:700,0013.000,00
         - Anexos
        Este item também só é incluído caso haja necessidade de juntar ao Projeto algum documento que venha dar algum tipo de esclarecimento ao texto. A inclusão, ou não, fica a critério do autor da pesquisa.
          - Referências
        As referências dos documentos consultados para a elaboração do Projeto é um item obrigatório. Nela normalmente constam os documentos e qualquer fonte de informação consultados no Levantamento de Literatura.
        Exemplos para elaboração das Referências, segundo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT para elaboração das Referências estão expressas no Anexo 1 deste trabalho.
           - Glossário
        São as palavras de uso restrito ao trabalho de pesquisa ou pouco conhecidas pelo virtual leitor, acompanhadas de definição.
        Também não é um item obrigatório. Sua inclusão fica a critério do autor da pesquisa, caso haja necessidade de explicar termos que possam gerar equívocos de interpretação por parte do leitor.
        - Esquema do Trabalho
        Concluído o Projeto, o pesquisador elaborará um Esquema do Trabalho que é uma espécie de esboço daquilo que ele pretende inserir no seu Relatório Final da pesquisa. O Esquema do Trabalho guia o pesquisador na elaboração do texto final. Por se tratar de um esboço este Esquema pode ser totalmente alterado durante o desenvolvimento do trabalho. Quando conseguimos dividir o tema genérico em pequenas partes, ou itens, poderemos redigir sobre cada uma das partes, facilitando significativamente o desenvolvimento do texto.
        Depois de concluída a pesquisa, este Esquema irá se tornar o Sumário do trabalho final.

     Exemplo:

Título: Educação da Mulher: a perpetuação da injustiça

     1 INTRODUÇÃO

     2 HISTÓRICO DO PAPEL DA MULHER NA SOCIEDADE

     3 O PODER DA RELIGIÃO
        3.1 O mito de Lilith/Eva
        3.2 O mito da Virgem Maria

     4 O PROCESSO DE EDUCAÇÃO

     5 O PAPEL DA MULHER NA FAMÍLIA
        5.1 A questão da maternidade
        5.2 Direitos e deveres
        5.3 A moral da família
        5.4 Casamento: um bom negócio
        5.5 A violência

     6 UM CAPÍTULO MASCULINO

     7 CONSIDERAÇÕES FINAIS


 - Resumindo...
Um Projeto de pesquisa, então deveria ter as seguintes características:
     1 - Introdução (obrigatório)
     2 - Levantamento de Literatura (obrigatório)
     3 - Problema (obrigatório)
     4 - Hipótese (obrigatório)
     5 - Objetivos (obrigatório)
     6 - Justificativa (obrigatório)
     7 - Metodologia (obrigatório)
     8 - Cronograma (se achar necessário)
     9 - Recursos (se achar necessário)
     10 - Anexos (se achar necessário)
     11 - Referências (obrigatório)
     12 - Glossário (se achar necessário)

Observação: O documento final do Projeto de Pesquisa deve conter:
     - Capa ou Falsa Folha de Rosto (obrigatório);
     - Folha de Rosto (obrigatório);
     - Sumário (obrigatório);
     - Texto do projeto (baseado nas características enunciadas acima) (obrigatório);
     - Referências (obrigatório);
     - Capa (se quiser). 


Postagens mais visitadas deste blog

ATITUDE CIENTÍFICA E SENSO COMUM

Existe grande diferença entre as certezas cotidianas e a atitude científica. As opiniões cotidianas formam o senso comum, criam certezas que são transmitidas de geração a geração, e muitas vezes, se tornam uma verdade inquestionável.

A DIDÁTICA E A FORMAÇÃO DE EDUCADORES

DA EDUCAÇÃO À NEGAÇÃO: A BUSCA DA RELEVÂNCIA
O processo de formação de educadores, inclui componentes curriculares criados para o tratamento de atividades educativas, da prática pedagógica. A Didática tem um papel de destaque entre estes componentes. A análise da atuação da Didática na formação de educadores, tem levantado uma grande discussão. Alguns estudiosos afirmam que a Didática, quando não é inofensiva, pode ser prejudicial. Para que esse assunto seja entendido deve ser estudado dentro do contexto em que se encontra, ou seja, tem que ser analisado dentro do conjunto educacional e politico social.
A Didática estuda o processo de ensino-aprendizagem, este processo está sempre presente, de forma direta ou indireta, no relacionamento humano. De acordo com a abordagem humanista, a relação entre pessoas está no centro do processo de ensino-aprendizagem, já que, o crescimento afetivo leva ao crescimento pessoal. Na abordagem técnica a aquisição de melhores condições de trabalho, tais como: …

"OS ALUNOS DE HOJE NÃO SÃO COMO OS ALUNOS DE ANTIGAMENTE" RUBEM ALVES

Os alunos de hoje, não são mais tão passivos como os alunos de algum tempo atrás. Quando falamos em passividade, é no sentido da não aceitação dos métodos impostos pelos professores. Os alunos da atualidade estão sempre questionando, buscando mudanças e interagindo com os professores. Portanto, podemos dizer que aquele aluno que não questiona, não emite as suas opiniões e não trabalha por mudanças, simplesmente não está exercendo as suas funções de ALUNO atuante. Está mais para um "bem-te-vi" recebendo diploma de professor "urubu".
**VALE RESSALTAR: O texto refere-se a alunos de verdade e não arruaceiros disfarçados de alunos...