Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vitima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Augusto Cury

sábado, 25 de dezembro de 2010

LINGUÍSTICA APLICADA AO ENSINO DA LÍNGUA MATERNA (L.M.)

O aluno precisa automatizar certas operações para adquirir proficiência na leitura. Basicamente o aluno deve reconhecer a palavra, o sentido e a estrutura da mesma.
As habilidades necessárias para o desenvolvimento de domínio da língua são quatro: Ler, Ouvir, Escrever e Falar. Para que o aprendiz se torne um bom leitor é necessário que o professor trabalhe textos interessantes, que apresentem uma linguagem de fácil entendimento para o aluno e que estes textos tenham relação com o contexto na qual o aluno está inserido.
O professor pode incentivar os alunos a se tornarem bons ouvintes, mostrando a estes que eles também estão sendo ouvidos, refraseando o que foi dito pelos alunos, contendo a compulsividade em querer falar antes que o colega finalize sua fala.
Para desenvolver a habilidade da escrita o professor pode incentivar o aprendiz a escrever mais, fazendo redações, resumos, relatórios, contando histórias do seu cotidiano, até mesmo organizando a criação de livros de autoria dos alunos, o que posteriormente pode-se fazer uma exposição dos livros e lançamento dos 'novos escritores'. Valorizar esta escrita dando ao aluno o feedback (comentário avaliativo), que deixe o aprendiz ciente de que seu trabalho escrito está bem e/ou pode melhorar.
O docente pode, também, incentivar o aluno no sentido de ser um bom 'falante', no sentido de se comunicar com coerência e coesão. Atividades como apresentações orais, seminários e debates, enfim, atividades que estimulem o aluno a se manifestar oralmente. E segue a mesma 'dica', faz-se necessário que o professor apresente ao aluno o feedback, para que o mesmo sinta segurança e estimulo para buscar aperfeiçoamento.
Lembrando que, todas estas habilidades, para serem desenvolvidas, partem, também, de um professor - leitor - ouvinte - escritor - falante.

Acredita-se que o ensino da Língua Materna é de responsabilidade de todos os professores e, não apenas dos professores de Língua Portuguesa. O aluno deve saber ler e entender o que está sendo lido, ou seja, ele precisa interpretar, conhecer o significado das palavras, o contexto, por isso os professores de outras disciplinas têm a responsabilidade de instruir seu aluno nesta prática de leitura e interpretação/compreensão. Se um aluno não consegue entender ou interpretar um problema matemático, de física, ou outro texto qualquer, ele será incapaz de resolver ou responder ao que está sendo pedido. Dessa forma, o ensino da L.M. é responsabilidade de todos, ou seja, todos os professores podem contribuir para uma formação de qualidade, fazendo com que seus alunos tornem-se seres 'pensantes ' e 'criticos' à medida certa.

Fala-se muito em interdisciplinaridade e ensino contextualizado, pode-se dizer que quando se ensina a gramática, partindo de assuntos de outras matérias ou assuntos que estejam relacionados ao contexto social é mais fácil para a compreensão do aprendiz.

Dentre muitas coisas que ouvia em sala de aula, lembro-me que certa vez ministrava aulas de Língua Inglesa e estávamos estudando as partes do corpo humano, e uma palavra muito comum, e acredito que VOCÊ já ouviu alguém pronunciá-la com a maior certeza de que é o correto: Brain = CÉREBRO, o que era pronunciado, CELEBRO. Impressionante que os alunos tinha convicção de que a pronuncia deles era a correta, é claro recorri ao dicionário para mostrá-los que nem sempre é o que parece...

Acredito que de alguma forma pude contribuir com a Língua Portuguesa...


KARL MARX E A HISTÓRIA DA EXPLORAÇÃO DO HOMEM

  KARL MARX Nasceu em Treves, na Alemanha (1818-1883). Doutorou-se em Filosofia. Foi redator de uma gazeta liberal em...