Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 24, 2010

Anorexígenos

A busca pelas medidas perfeitas
A rotina do homem tem sido marcada pela correria em função do trabalho, estudos, etc. Com toda essa correria não há tempo para uma alimentação saudável e balanceada, assim, o famoso “fast food” torna-se a opção mais viável, e também não há oportunidade para a prática de atividades físicas. Dessa forma, o sedentarismo vem ganhando status e, conseqüentemente a obesidade tem se tornado um dos “males desse século”. Muitos procuram o caminho mais fácil para a eliminação das calorias em excesso: os anorexígenos.
Anorexígenos ou moderadores de apetite são medicamentos à base de anfetamina, com a finalidade de induzir a falta de apetite, ou seja, são os tão solicitados remédios para emagrecer. Esses remédios podem causar efeitos colaterais como: humor instável, dor de cabeça, depressão nervosa, irritabilidade, dentre outras. Tais efeitos dependem do tempo de uso e do organismo de quem usa.
Como citado, a função dos anorexígenos é inibir a fome, dessa forma, a subst…

"FRANKENSTEIN", Romance inglês escrito por MARY SHELLEY

THE PROCESS OF HUMANIZATION OF THE MONSTER
Victor Frankenstein built a monster with parts of body dead people. He didn’t think about personality or sentiments, he only wanted to accomplish his plan: to revive people. When his work was finished, he saw that it was frightening, so he abandoned his creature. When the monster was alone, it left the laboratory and went to the streets. There the people saw it and were frightened, some people attacked the monster, so it went to places where nobody saw and attacked it. First the monster felt hunger, then it felt cold, this was the first indication of humanization of the monster, because it sought a shelter and food. When it was attacked, it was unhappy and frightened, so it started to watch a family that lived near it. It saw that the people were kind, so it learnt to love. But it was rejected again, so it learnt to hat, too. The mosnter was revolted and started to seek its “father”. When it met him, it questioned why it was abandoned. Why it was s…

"JANE EYRE" Romance inglês escrito por CHARLOTTE BRONTË

Social problems have always been good themes to English writers. We know great novels, and all fo them tell about the daily life. From 1837 to 1901, the English people lived a period of “prosperity” and “peace”, it was the Victorian age. But the social problems didn’t finish. The rich people lived very weel, while the poor people lived in bad conditions. Poor children lived in bad schools while rich children learnt their lessons in their homes. Behind this “prosperity” and “peace” there was much misery. So many books were written about this theme. In this time women’s stories weren’t published, but there were many female writers. So about 1850, there came a novel by Currer Bell, this novel is called “Jane Eyre”.  But, who was Currer Bell? Her true name was Charlotte Brontë, she wrote about a Young woman called Jene Eyre, a governess that dreamt about being happy. Charlotte Brontë wrote about her own life. She was clever but she wasn’t beautiful and she was very unhappy. She lived in a schoo…

Conceito de Personalidade

Conceituar Personalidade de forma útil e compreensiva é uma tarefa árdua. Sabe-se que não existem duas personalidades idênticas, do mesmo modo, que não existem duas pessoas idênticas, embora haja pessoas que possuam traços em comum. A personalidade é temporal, pertence a um individuo que nasce, vive e morre. A personalidade existe em função de um meio no qual procura adaptar-se e necessita sofrer um processo de desenvolvimento. Cada um tem sua historia pessoal e esta é a unidade básica a ser levada em consideração no estudo da personalidade.
Constituição, Temperamento e Caráter
O desenvolvimento da personalidade está associado ao desenvolvimento físico. As primeiras motivações e ansiedades do ser humano estão ligadas a processos fisiológicos. A personalidade se apóia na estrutura física do individuo, a qual é chamada Constituição. Nesta há um conjunto de características individuais hereditárias que podem ou não se desenvolver nas interações com o meio. A este conjunto da-se o nome de Genót…

Romance “O Quinze” analisado sob o estilo Novela

NOVELA: Pequeno romance; narração de aventuras interessantes; conto; enredo; história comprida. Segundo Massaud Moisés, as características da Novela são: •Pluralidade dramática oAção: A Novela se constitui de uma série de células dramáticas, havendo um intercâmbio entre estas células. No romance de Rachel de Queiroz “O Quinze”, podemos encontrar tais características já em seus primeiros capítulos. 1º Capitulo – Pág. 3  D. Inácia rezando para que chova. Depois D. Inácia e sua neta, Conceição, falam sobre a falta de chuva. 2º Capítulo – Pág. 5  Vicente distribuindo para o gado, o que restava da rama verde. 8ª linha  “Vicente pensava sombriamente no que seria de tanta rês, se de fato não viesse o inverno. A rama já não dava nem para um mês.” Nos dois capítulos citados, observamos duas células dramáticas, havendo o intercâmbio, ou a troca, entre o primeiro capítulo e o segundo. •Sucessividade oAs células dramáticas são organizadas em uma ordem seqüencial, mas não absoluta. O 4º capítulo – Pág. 14 é a s…

A CRONICA

Crônica – Registro de fatos ou acontecimentos (verdadeiros) em ordem cronológica.
Para aqueles que não sabem diferenciar a crônica da notícia, geralmente a lê como um fato como outro qualquer. Outros consideram a crônica como uma fantasia, uma historia humorística, ou algo para passar o tempo. A crônica, geralmente, é publicada em jornais ou revistas e, ao contrário da notícia, a crônica nos faz refletir sobre a história que está sendo contada, é sempre um fato que reflete o nosso dia-a-dia, e muitos de nós não paramos para analisar. Segundo alguns autores, a crônica atua entre a reportagem e a literatura. A crônica é a história de alguém ou algo (real) composta por características da literatura, o que faz com que a atenção do leitor volte-se para esse texto. A crônica registra a variação emocional do escritor. Muitos confundem crônica com ensaio. A crônica se difere do ensaio porque no ensaio, o autor tem um objetivo a ser atingido, ou seja, uma idéia a ser dada na conclusão, onde esta ser…

ENFOQUE PSICODINAMICO DA PERSONALIDADE

Quando alguém deseja compreender o comportamento de outras pessoas, em determinada circunstância, procura descobrir a motivação de suas atitudes e opiniões, sentimentos e crenças, ou seja, procura relacionar a conduta com impulsos, emoções, pensamentos e percepções que a determinaram e atua do mesmo modo na previsão de novos comportamentos. Esse processo de compreensão da conduta humana é denominado Atitude Psicodinâmica.

O Aparelho Psíquico
O aparelho psíquico é composto por três elementos: ID, EGO e SUPEREGO. O ID é o elemento original desse aparelho a partir do qual, posteriormente, desenvolvem-se os outros. Representa a porção herdada e que está ligada à constituição. O EGO - ao defrontar-se com as demandas do meio, a criança precisa gradualmente redirigir os impulsos do ID, de modo que estes sejam satisfeitos dentro de outro principio que não o do prazer: o principio da realidade. Isto significa que o individuo deve suportar um sofrimento para depois alcançar prazer e renunciar a um …