Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vitima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Augusto Cury

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

ATITUDE CIENTÍFICA E SENSO COMUM


Existe grande diferença entre as certezas cotidianas e a atitude científica. As opiniões cotidianas formam o senso comum, criam certezas que são transmitidas de geração a geração, e muitas vezes, se tornam uma verdade inquestionável.
A atitude científica questiona a veracidade de nossas certezas, de nossa aceitação imediata às coisas, da ausência de critica e da falta de curiosidade. Assim, onde vemos fatos e acontecimentos, a atitude cientifica vê problemas e obstáculos, aparências que precisam ser explicadas e, em certos casos, afastadas.
Em praticamente todos os aspectos podemos dizer que o pensamento cientifico opõe-se às características do senso comum. Visto que este é:
- objetivo, pois procura as estruturas universais e necessárias das coisas investigadas.
- quantitativo, ou seja, procura avaliar minuciosamente coisas que aparentemente são diferentes.
- homogêneo, isto é, busca as leis gerais de funcionamento dos fenômenos, que são as mesmas para os fatos que nos parecem diferentes.
- generalizador, pois reúne detalhes sob as mesmas leis, os mesmos padrões ou critérios de medida, mostrando que possuem a mesma estrutura, embora sejam percebidas como diferentes.
- diferenciador, pois distingue entre os que parecem iguais, desde que obedeçam a estruturas diferentes.
- só estabelece relações de causas após investigar a origem ou estrutura do fato estudado e suas relações com outros semelhantes e diferentes.
Dentre outros aspectos, a atitude cientifica resulta de um trabalho paciente e lento de investigação e de pesquisa racional, sujeita a mudanças.

Características do Senso Comum

Em oposição à atitude cientifica o senso comum é:
- subjetivo, isto é, exprime sentimentos e opiniões individuais ou de grupos, variando de uma pessoa para outra ou de um grupo para outro, dependendo das condições em que vivemos.
- em conseqüência da subjetividade, leva a uma avaliação qualitativa das coisas conforme os efeitos que produzem em nossos sentidos ou conforme os desejos que despertam em nós e o tipo de finalidade ou de uso que lhes atribuímos.
- agrupa-se ou distingue-se de acordo com as coisas e os fatos que nos pareçam semelhantes ou diferentes.
- individualizador, isto é, cada coisa ou cada fato nos parece como um indivíduo distinto dos outros por possuir qualidades que nos afetam de maneira diferente.
- generalizador, pois tende a reunir numa só opinião ou numa só idéia coisas e fatos julgados semelhantes.
- em decorrência das generalizações, tende a estabelecer relações de causa e efeito entre as coisas ou fatos.
- por serem subjetivos, generalizadores, expressões de sentimento de medo e angustia e de incompreensão quanto ao estudo cientifico, nossas certezas cotidianas e o senso comum de nossa sociedade cristalizam-se em preconceitos com os quais passamos a interpretar a realidade que nos cerca e todos os acontecimentos.
Conclui-se que a atitude cientifica distingue-se do senso comum porque este é uma opinião baseada em hábitos, preconceitos, tradições cristalizadas, enquanto a primeira baseia-se em pesquisas, investigações metódicas e sistemáticas e na exigência de que as teorias sejam internamente coerentes e digam a verdade sobre a realidade. A ciência é conhecimento que resulta de um trabalho racional.

A eficácia do cinto de segurança em acidentes automobilísticos

  Autor:   Dr. Antônio Sócrates De Carvalho Júnior RESUMO: Introdução: Os acidentes de trânsito ocasionam, a cada ano, a mort...